digite seu email

Sobre o RG

::escritas e referências audio-visuais como ingrediente e incentivo pra inspiração. Entre, sinta e compartilhe...
email rbarrosdesouza@hotmail.com | twitter @rbarrosdesouza | skype rbarrosdesouza1

terça-feira, 1 de março de 2011

Galliano, who?

A bee ficou doida de vez por que?

1. Ninguém quis usar seu vestido na noite do Oscar?

2. O rivotril não tá adiantando mais?

3. É apenas uma jogada de marketing?

Entenda o que aconteceu de fato com John Galliano, Ms Dior:

Quinta-feira (24/2): O estilista britânico John Galliano é preso pela polícia parisiense após supostamente ter insultado um casal no café La Perle, localizado em Marais, bairro judaico de Paris. Aparentemente bêbado, Galliano disparou uma série de xingamentos contra as duas pessoas no terraço do estabelecimento e foi detido sob as acusações de “violência leve” e “insultos de caráter antissemita”. Um teste de bafômetro feito com o estilista no momento da prisão revelou 1,1 mg de álcool por litro de sangue.

Sexta-feira (25/2): Fora da cadeia – depois de pagar fiança –, Galliano é suspenso da Christian Dior, para a qual atua como diretor criativo desde 1996. A grife decidiu afastá-lo até que todas as investigações sejam finalizadas. “A Dior afirma com a maior convicção sua política de tolerância zero contra qualquer palavra ou comportamento antissemita ou racista. Até a resolução do inquérito, Christian Dior suspende John Galliano de suas responsabilidades”, diz o comunicado oficial divulgado pela marca.

Sábado (26/2): É registrada uma nova queixa contra o estilista. Uma mulher se apresenta à polícia para declarar um incidente – parecido com o atual – ocorrido em outubro de 2010 no mesmo café.

Segunda-feira (28/2): O site The Sun revela ter descoberto imagens em que o estilista afirma amar Hitler e xinga estrangeiros no mesmo café em que aconteceu o incidente de quinta-feira (24). Durante depoimento à justiça em Paris, John Galliano declara não ter feito comentários racistas ou antissemitas contra o casal.

sem palavras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário