digite seu email

Sobre o RG

::escritas e referências audio-visuais como ingrediente e incentivo pra inspiração. Entre, sinta e compartilhe...
email rbarrosdesouza@hotmail.com | twitter @rbarrosdesouza | skype rbarrosdesouza1

sexta-feira, 29 de julho de 2011

ãn?!

Freak Marc

Depois de chamar a atriz Helena Bonham-Carter para a campanha de sua linha feminina, Marc Jacobs partiu para algo mais bizarro na coleção masculina. 

As fotos são de Juergen Teller e retratam o ator-cineasta britânico, Cerith Wyn Evans andando por uma casa sem calças e carregando balões coloridos todo soltinho.

Hilário e provocativo como Marc faz sempre..amei!







Helena na campanha  feminina de Marc 

Fernanda Tavares para Schutz

Fernanda Tavares é a estrela da campanha de verão da marca de calçados femininos Schutz. A top, foi fotografada pelo Paulo Vainer, no estúdio de Bob Wolfenson.

A coleção tem um clima muito tropical e um coloridão chic em saltos altíssimos, já sobrenome da marca. Pele gélida e hot pants (aqueles shorts 50´s) constroem uma atmosfera divertida como se Fernanda estivesse interagindo com as amigas no computador mostrando seus novos sapatos. 

Sucesso!




Schutz - Summer 2012 from Schutz on Vimeo.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Amy por Terry Richardson

(...sem palavras...)



fotos tiradas em 2007, com ex-marido Blake-confusão.
por: Terry Richardson

David Beckham para H&M

Mais uma contribuição hot hot para a loja de departamento H&M! E põe hot nisso, pois estamos falando de David Becham e cuecas.

Depois de Donatella Versace, Beckham é a próxima personalidade a assinar uma parceria com a H&M. O jogador de futebol e marido de Victoria Beckham irá lançar uma coleção de bodywear – leia-se cuecas e regatas – para a fast fashion sueca, que chega às lojas da rede, espalhadas por 40 países, em fevereiro de 2012, coincidindo com o Dia dos Namorados no exterior...bapho!

A coleção não é exatamente uma colaboração, como foi a da Lanvin para a marca, mas uma “sociedade de distribuição a longo prazo” – em maio, o cantor anunciou que estava preparando sua linha de roupas. 

David já tem alguma experiência no meio fashion, pois em 2007, posou só de cueca para campanha da Emporio Armani, além de conviver com uma esposa de peso e ser assumidamente metro.


quarta-feira, 27 de julho de 2011

Summer and the City

Recebi uma notícia que me deixou muito contente e vai agradar também aos orfãos de sex and the city.
Summer and the City, será uma gravação de Carrie Diaries, sequência de Candace Brusnell.


Elizabeth, Blake, Emma e Selena

O jornal britânico Daily Mail , divulgou hoje a lista de atrizes possivelmente cotadas para integrar o elenco. Elizabeth Olsen, irmã das gêmeas Mary-Kate e Ashley Olsen, e inspiração para o nome de uma das marcas da dupla, a Elizabeth and James, interpretaria a própria Carrie. Além de Elizabeth, Blake Lively viveria Samantha Jones, Selena Gomez seria Charlotte York e, para completar, Emma Roberts cortaria os cabelos para fazer as vezes de Miranda Hobbes. 



A data das filmagens ainda não foi divulgada na imprensa...é esperar para que breve breve labels and love pincelem as telas da forma memorável como foi a série.

francesinha high color

Com a pegada color blocking por aí a fora, o ramo estético escolheu representar a trend nas unhas! numa explosão multicor, a receita é simples: base nude e francesinha inspirada na caixa de lápis de cor.
Bisou dado prazamigas, em especial, Nívia e Veves!

terça-feira, 26 de julho de 2011

mercado de luxo em foco

Nesta quarta-feira, dia 27 de julho, acontece mais um encontro RIO SUL DE BEM COM A MODA, com a amiga e querida consultora de moda, Paula Acioli. A discussão será sobre mercado de luxo, tendo como mediador do assunto João Braga, uma das maiores autoridades em luxo no Brasil. Autor do livro História da Moda no Brasil – Das Influências às Autorreferências. A publicação, que tem apoio da revista ELLE, faz parte de um projeto do historiador de moda João Braga e do jornalista e escritor Luís André do Prado.

A dupla também coordenou um documentário sobre a identidade da moda brasileira com depoimentos de especialistas como a jornalista Regina Guerreiro, a consultora de moda Gloria Kalil, os estilistas Lino Villventura, Jum Nakao, Tufi Duek, Amir Slama, Ronaldo Fraga e o próprio João Braga.
Paula Accioly


Serviço
Local: Auditório do subsolo 1 do Rio Sul – Botafogo, RJ
Dia: 27 de julho
Horário: 20h
Informações: www.riosul.com.br

bora?

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Bureau Inverno 12


O site decodificador de tendências, Stylesight, em parceria com a tecelagem Santaconstancia, convidou a imprensa e lojistas para contar quais serão as grandes tendências para o inverno 2012. 

Não, não é confusão...as lojas hoje estão liquidando o inverno 11 e lançando o verão 12 e o backstage da moda (a galera que movimenta e faz o varejo/atacado) já começou a desenvolver o inverno 12.

Jorge Grimberg, diretor de marketing do site, apontou dez itens essenciais sobre a estação. Dá um bisou no que rolou de mais comentado:

. Fim do color blocking
os blocos de cor saem de cena! A proposta do inverno 2012 é não misturar mais de duas famílias de tonalidades. Uma das referências eram os trajes ton sur ton usados pelos monges tibetanos.





. Vermelho é o novo preto
 


a frase dita pela estilista japonesa Rei Kawakubo nos anos 1980 ganha força na próxima estação. Preto e branco viram cor de suporte para o vermelho e tons de amarelo e laranja.






. Jeans
hora de repousar os tons clássicos de azul e investir nos verdes, marrons e acinzentados







. Acabamentos artesanais
crochês e tricôs ganham novas matérias primas, como o couro, ou textura finíssima parecida com fios de cabelo. A tecnologia criada pelo homem deve servir para mostrar a força do natural. 









. Oversized
de olho na mudança nas proporções! Escolha peças dois números maiores e shapes maximizados.






. Fauna
o mundo da floresta é referência e a inspiração no reino animal aparece nas penas e pelúcias. A própria pele humana também pode virar textura e inspirar a indústria têxtil. 





. Elimine e reconstrua
o passado deixa de ser referência. A ideia aqui é esquecer as modelagens antigas, que remetem a décadas ou têm inspiração vintage, e criar novas estruturas.






. Mercado esportivo
o ambiente urbano deve ser beneficiado por tecidos tecnológicos e do sportswear.







. Transparência
 a tendência deve continuar forte, aparecendo em recortes e detalhes ou mesmo como base da roupa, feminina e, inclusive, masculina.





. Inspiração digital
novas tecnologias devem mudar a indústria têxtil. Impressões 3D e formas sem amarrações e pregas saem da tela dos computadores e viram peças de roupa. A estamparia, rendas e bordados também são renovadas com novas ferramentas.








Curtiu?
Meu moleskine ficou todo rabiscado cheio de informações.

we love NY

Um pouquinho mais dessa cidade que inspira o mundo.

Raio-X Burning Man


Uma cidade no meio do deserto

Todo ano se constrói uma cidade chamada Black Rock City, em pleno deserto de Nevada (EUA), para se realizar o evento. Lá tudo é permitido.
Pessoas perambulam com fantasias ou até mesmo sem roupa alguma. Performances não acontecem somente nos palcos, mas em qualquer lugar, todos são considerados performers. Para Steven, um californiano de São Francisco, andar de bicicleta pelado pelo acampamento é uma das coisas mais interessantes do evento. "é uma sensação de liberdade que só existe lá", diz ele.
Outra atividade muito popular no Burning Man é o banho nas piscinas naturais de águas quentes, as chamadas Hot Springs. Este é o único tipo de banho que se pode tomar no deserto.
O fato de não se poder vender ou comprar nada é o que leva o sueco Stefan Gustafsson a ir todo ano para o Burning Man. Ele acrescenta dizendo que "o festival é extravagante mas muito respeitoso. Não há nenhuma forma de violência e brigas."


Como tudo começou
O primeiro Burning Man aconteceu em 1986 em Baker’s Beach, em plena cidade de San Francisco. Larry Harvey e seu amigo Jerry James construíram um homem de madeira para queimá-lo. Na época o evento teve mais ou menos 20 pessoas assistindo.
Apesar de um início tão modesto, o Burning Man foi repetido todo o ano e cada vez mais com um número maior de participantes. Até que em 1990 a polícia do parque impediu a queima da estátua. Tiveram, então que procurar um novo local, e em 1991 resolveram queimar o homem no deserto (Black Rock Desert). Foi um sucesso, o 250 participantes assistiram a queima do boneco com 13 metros altura. O sucesso do lugar foi se firmando como parte do evento. Distante da cidade, livre para se desenvolver com suas características sem incomodar sociedade tradicional.
Hoje o evento recebe uma média de 15.000 pessoas todos anos. O boneco também cresceu, hoje ele tem tem mais de 15 metros.


O evento
O lugar do evento é chamado de Playa. Embora a primeira vista tudo pareça uma grande anarquia, o evento é bem organizado, com áreas separadas para os acampamentos e para as atividades, performances e whorkshops que rolam durante o festival. Até mesmo um aeroporto é montado na planície deserta com controle de tráfego aéreo e tudo mais.
Ao chegar no local você recebe um mapa da Playa mostrando onde estão as principais instalações e os acampamentos. No centro desta grande Playa fica o Center Camp, um centro de atividades. A uns 400 metros do Center Camp se ergue um homem de madeira de 50 pés de altura, que será queimado na penúltima noite do evento.
A Playa é organizada num formato de círculo, usando 2/3 dele, um semi círculo. Possui axes de cada meia hora cada, como um relógio marcando das 2 às 10 horas. Estes axes estão interseccionados com nove semi círculos que representam os planetas do sistema solar (veja o mapa do evento)
Este ano Burning Man terá o maior pictograma em laser do mundo, criado por Russel Wilcox do Lawrence Livermore Laboratories. A organização do evento já está recrutando voluntários para trabalhar na montagem da instalação.


Infra-estrutura
A palavra de ordem do festival é liberdade de expressão para todos os participantes. A organização tenta interfeir o mínimo possível nas atividades e na participação de cada um na festa.
Por ser um evento que levanta a bandeira conta o consumismo você não espere encontrará lojas ou barraquinhas vendendo lembranças, comidas ou mercado no Burning Man. Tudo deve ser trazido de casa ou da cidade mais próxima. As únicas coisas que você pode comprar no local são gelo e café.
Para quem vai para o Burning Man e não não dispensa um mínimo grau de conforto a melhor alternativa é alugar um motor-home em San Francisco e seguir rumo ao deserto de Nevada com toda a sua bagagem.
Não há chuveiros para banhos também, para quem não tem seu motor-home a única alternativa são as piscinas naturais. A organização se encarrega de colocar vários banheiros móveis por toda a parte. Embora o número de toaletes seja grande sempre tem fila de espera para usa-los.
O evento dispõe de um pronto socorro médico para pequenos problemas, este funciona 24 horas por dia.
Cachorros não são permitidos no evento. Dirigir dentro do Burning Man, também, não é permitido. É aconselhado conhecer o local a pé ou de bicicleta (sugere-se que você decore sua bicicleta como modo de expressão pessoal).


Onde acontece
Burning Man se realiza no deserto de Black Rock, 120 milhas ao norte de Reno, no estado de Nevada, EUA. Perto das cidades Empire e Gerlach.
A Playa, onde ocorre o evento, é uma grande planície no deserto, um vazio enorme, onde não existe árvores, grama, colinas, nada. A visibilidade é de quilômetros, o que dá uma sensação de imensidão.


Quando acontece
Burning Man acontece todo o ano na semana do feriado do dia do trabalho americano, ou seja, na primeira semana de setembro. Este ano o evento acontecera de 28 de agosto a 4 de setembro. O homem é queimado no sábado anterior ao feriado.


Quanto custa
Para entrar no evento você terá que comprar o ingresso que sai em média por 200 dólares. Para quem compra com antecedência o ingresso é mais barato e as chances de se conseguir um bom lugar são maiores.
Estes podem ser adquiridos via Internet no site oficial do evento (www.burningman.com), por telefone (415-865 5263) ou através do correio (Burning Man, P.O. Box 884688, San Francisco, CA 94188-4688).


O que levar
Você deverá levar tudo que for necessário para sobreviver no deserto por alguns dias com quase nenhuma infra-estrutura. Não esqueça de muita água (aconselha-se a beber quatro litros de água por dia no deserto), comida, barraca, saco de dormir, filtro solar, chapéu, gasolina.
Tampões de ouvidos são indispensáveis se você tem um sono leve. O festival de performances e shows não para nunca Traga, também, fantasias ou qualquer coisa para ornamentar-se.


Como chegar
De Reno, Nevada, pegue a Highway I-80 East por aproximadamente 30 milhas. Pegue a saída número 43 para Wadsworth / Pyramid Lake, Highway 447. Dirija uma milha para Wadsworth e vire a esquerda, continue dirigindo a norte na Highway 447.
São 75 milhas para Empire, NV, onde você poderá encontrar gasolina e suprimentos. Continue 3 milhas para Gerlach onde também tem gasolina. De Gerlach, dirija a noroeste uma milha até uma bifurcação, pegue o lado da direita, Highway 34, e continue 3 milhas até a entrada para o Burning Man.

Quer entrar mais no clima? Confira o vídeo abaixo:








fonte:ISbrazil